Desde de o começo deste blog, lá no final de 2012, eu venho usando o Tumblr para manter o site no ar. Apesar de ser uma ferramenta muito útil da qual ainda gosto bastante, alguns problemas começaram a surgir. A dificuldade de fazer upload de imagens pelo editor de Markdown e o fato do Tumblr diminuir a resolução das imagens para 500px são alguns dos mais notáveis.

No entanto, o Jekyll permanece como uma solução simples e poderosa. Combinado com o GitHub Pages, ele se torna uma ferramenta muito completa, o que facilitou minha decisão de migrar o blog.

Há muito tempo mantenho um backup de todos os posts do blog rodando localmente com o Jekyll, então a migração não foi um problema. No entanto, existem maneiras de automatizar a importação, apesar de que essas não são tão eficientes quanto ao desejado.

Graças ao Jekyll, todos os posts do meu blog são arquivos estáticos no meu computador. Editar e escrever posts se torna muito mais simples de ser feito localmente. O único problema é ser obrigado e ter um ambiente com Git e Jekyll rodando para editar e publicar posts. Entretanto Prose consegue driblar esses problemas. A única coisa que o Tumblr tinha e não consegui replicar com sucesso é a possibilidade de agendar posts. Afinal, nada na vida é perfeito.

Quanto ao visual, existem muitos temas prontos para o Jekyll. Como nenhum me agradou, acabei desenvolvendo o meu próprio usando Sass e Bourbon. Como todo o código do site1 está disponível no GitHub, sinta-se livre para usá-lo nos seus projetos (crédito é apreciado, mas não requerido).

Considerando tudo, acho que o resultado final vai facilitar as coisas para mim e qualquer leitor ocasional do blog. Todos os links para posts redirecionam para seus novos endereços e a URL principal do site continua a mesma. Da mesma forma, o meu Tumblr continua no ar com novo endereço fernandomhahne.tumblr.com.

  1. Assim como do próprio Jekyll, que é software livre. Mais uma vantagem da ferramenta.