Este tutorial foi escrito há quatro anos. Desde então foram lançadas novas versões dos programas mencionados e alguns comandos aqui listados podem ter se tornado obsoletos. Prefira as versões mais recentes e proceda com cautela.

Este post continua a série de quatro tutoriais que juntos formam um guia que permitirá que ao seu fim se tenha um desktop Ubuntu 12.04 estável e rápido, com XFCE como ambiente gráfico padrão e todos os programas necessários para um usuário normal possa usufruir do sistema.

Este guia consiste nas seguintes partes:

Se você não conhece o Ubuntu, se informe mais sobre este incrível sistema operacional aqui.

Lembre-se que este é um tutorial com fins meramente informativos sem nenhuma garantia.

Para iniciantes

Apartir deste ponto se assume que você já tenha um conhecimento básico de Ubuntu e uma conexão com a internet funcionando. Caso você não saiba como conectar a internet no Ubuntu consulte o Guia do Iniciante.

Atualizações do sistema

A primeira coisa a se fazer após terminada a instalação do Ubuntu é configurar as atualizações.

Para isso clique no menu em forma de engrenagem no canto superior direito da tela e abra o item “Atualizações disponíveis” ou “Software atualizado”. Na janela aberta clique em “Configurações”. Forneça a sua senha quando solicitado.

Agora deixe as configurações das três primeira abas como nas imagens abaixo:

Essas configurações permitirão a instalação de todos os softwares disponibilizados nos repositórios oficiais em versões em suportadas.

Não altere as configurações das outras abas. Feche essa janela e no Gerenciador de atualizações clique em “Verificar” e depois em “Instalar atualizações”.

O processo pode demorar muito, dependendo da velocidade de sua internet, então aguarde pacientemente.

Agora para ter versões ainda mais recentes dos softwares do seu Ubuntu é necessário adicionar os repositórios do projeto Gnome e do GetDeb.

Para instalar o repositório do projeto Gnome use os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:gnome3-team/gnome3
sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade
sudo apt-get dist-upgrade

Já para usar o repositório do GetDeb acesse a página do mesmo e clique em “Click here to learn how to install applications from GetDeb” e faça o download do arquivo .deb. Após concluído o download abra o mesmo e o instale na Central de Programas do Ubuntu. Agora atualize o sistema com o seguintes comandos no terminal:

sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade
sudo apt-get dist-upgrade

Suporte a idiomas

Mesmo escolhendo o Português do Brasil como idioma padrão, alguns programas padrão são instalados em inglês. Para solucionar isto acesse as Configurações do Sistema pelo menu com a engrenagem e clique em “Suporte a idiomas” e depois em “Instalar”. Forneça sua senha quando solicitado.

Drivers

O Ubuntu já vem por padrão com drivers open-source compatíveis com a maior parte do hardware, mas para um maior desempenho vale a pena instalar os drivers proprietários e atualizá-los.

Para atualizar os drivers e ter as versões mais recentes disponíveis use os seguintes comandos no terminal:

sudo add-apt-repository ppa:oibaf/graphics-drivers
sudo apt-get update
sudo apt-get dist-upgrade

Para ter todos os drivers recomendados acesse as Configurações do Sistema e clique em “Drivers Adicionais”. Caso apareça algum driver na lista, selecione o mesmo e clique em “Habilitar”.

Codecs

Por padrão o Ubuntu não conta com codecs importantes instalados por padrão, situação facilmente resolvida com esse comando:

sudo wget --output-document=/etc/apt/sources.list.d/medibuntu.list http://www.medibuntu.org/sources.list.d/$(lsb_release -cs).list && sudo apt-get --quiet update && sudo apt-get --yes --quiet --allow-unauthenticated install medibuntu-keyring && sudo apt-get --quiet update && sudo apt-get install ubuntu-restricted-extras non-free-codecs libdvdcss2 faac faad ffmpeg ffmpeg2theora flac icedax id3v2 lame libflac++6 libjpeg-progs libmpeg3-1 mencoder mjpegtools mp3gain mpeg2dec mpeg3-utils mpegdemux mpg123 mpg321 regionset sox uudeview vorbis-tools x264 arj lha p7zip p7zip-full p7zip-rar rar unrar unace-nonfree vlc

Aumentar o desempenho com zRAM e Preload

Um software muito importante para permitir um desempenho melhor no seu Ubuntu é o zRAM, que basicamente optimiza o uso da SWAP, aumentando drasticamente a velocidade do Ubuntu.

O zRam pode ser instalado com os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:shnatsel/zram
sudo apt-get update
sudo apt-get install zramswap-enabler

Outro software essencial para o Ubuntu é o Preload, que roda em plano de fundo monitorando em plano de fundo os aplicativos que você mais usa carregá-los na memória antes de você usá-los, fazendo com que eles abram mais rápido.

A instalação do Preload é simples e pode ser feita pelo terminal pelo comando:

sudo apt-get install preload

Remover o apport

Apport é o aplicativo responsável por enviar relatórios de erro aos desenvolvedores dos programas que usamos. Apesar de ser útil para o desenvolvimento dos softwares é inútil (e irritante) para o usuário, podendo ser removido com o comando:

sudo apt-get remove apport

Instalação do XFCE

Agora com o sistema configurado adequadamente podemos fazer a instalação do XFCE. Caso você não conheça o que é XFCE saiba mais aqui. Se você não quiser usar o XFCE, basta ignorar esta seção do tutorial e esperar pela parte 3 do Guia.

Para termos a versão mais recente do XFCE devemos inserir o seguintes comandos no terminal:

sudo add-apt-repository ppa:xubuntu-dev/xfce-4.10
sudo apt-get update
sudo apt-get dist-upgrade
sudo apt-get install xubuntu-desktop

Agora o XFCE 4.10 já está instalado em seu computador. Mas para que ele fique completo é necessário fazer a instalação de mais alguns pacotes:

sudo apt-get install xfce4 xfce4-goodies xfprint4 xfce4-messenger-plugin xfce4-time-out-plugin xfce4-mpc-plugin shiki-colors-xfwm-theme hdapsd xfce4-radio-plugin xfce4-screenshooter-plugin dkms xfce4-eyes-plugin tp-smapi-dkms a2ps psutils xfce4-power-manager-plugins xfce4-linelight-plugin xfwm4-themes xfce4-hdaps xfce4-indicator-plugin

Na hora da instalação aparecerá uma pergunta:

Basta selecionar “Não” (utilize a tecla Tab para selecionar e Enter para confirmar).

Considerações finais

O seu Ubuntu agora já estará muito mais rápido e completo do que antes. Na parte 3 iremos instalar os programas mais importantes disponíveis para Ubuntu.